Dores Fernandes Abel ganha o Prémio Meendinho 2019

A professora e presidenta da associação Francisco Lanza de Riba d’Eu recebe o reconhecimento pelo seu compromisso com a língua



Fundaçom Meendinho

O órgão de governo da Fundaçom Meendinho decidiu na passada semana que a ganhadora do Prémio Meendinho 2019 fosse a professora Dores Fernandes Abel. A entidade valora o compromisso da também presidenta da associação Francisco Lanza de Riba d’Eu com a língua e cultura galegas. “É bem consciente do papel que joga o galego internacional ou português como elemento chave para a plena normalidade da língua da Galiza”, destacam desde o prémio.

Uma das razões detrás da decisão é a valorização da professora à aprovação da Lei Paz Andrade por como esta serve para melhorar o desenvolvimento social, económico e cultural galego ao tirar proveito da vantagem histórica da variante internacional da sua língua. A sua implicação como professora de português evidencia esta implicação, um “exemplo de sucesso e de trabalho constante nesse campo, uma referência de como desenvolver este trabalho, sendo hoje em dia a professora da Galiza com mais alunas de português”, explicam desde o Prémio Meendinho.

Além do seu labor de dinamização cultural dentro das aulas, Fernandes Abel também leva sobre as suas costas “uma longa tradição impulsionamento cultural, como põe de relevo o seu trabalho como Presidenta da Associação Francisco Lanza de Riba d’Eu, entidade referente, não somente nesta vila, se não na sua contorna, incluso o espaço Eunaviego”.

Com esta edição, Dores Fernandes Abel é somada à listagem de premiadas pelo seu trabalho de promoção e defesa da língua. Entre estes premiados destaca Sei O Que Figeste, Academia Galega da Língua Portuguesa, Movimento Internacional Lusófono, Concelho de Montalegre, Chrys Chrystello -presidente da Associação Colóquios da Lusofonia-, Comissão Promotora da ILP Paz Andrade, Gilvan Müller de Oliveira, Escolas Semente, Uxia Senlhe, José Luis Fontenla Rodrigues e a própria Associação Galega da Língua.


PUBLICIDADE