Dicionário Estraviz já conta com o melhor conjugador de toda a Lusofonia

O famoso dicionário Estraviz da língua galego-portuguesa (de tendência reintegracionista) conta desde este mês com o conjugador verbal mais completo de toda a Lusofonia, a Galiza incluída



estraviz

O trabalho foi realizado entre várias áreas da Associaçom Galega da Língua (AGAL), nomeadamente a Comissom Linguística, coordenada por Joseph Ghanime e Eduardo Maragoto, e a Área de Informática, coordenada por Vítor Garabana e Antom Meilám. O dicionário, que já era o que mais entradas possuía dentre os galegos (137.700), conta desde ontem com a possibilidade de conjugar todos os verbos (19.191), incluídos alguns practicamente desconhecidos no resto do espaço lusófono (p. ex. acougar ou ceivar).

No conjugador será possível encontrar:

a) Todos os verbos conjugados na sua forma normal sem pronome (p. ex. acenar).

b) Todos os verbos transitivos conjugados com um pronome de complemento direto (p. ex. comer, ter).

c) Os verbos apenas pronominais conjugados na sua forma reflexa (autogerir).

Informações para a Galiza

Em cada verbo, para além da forma conjugada comum a toda a Lusofonia, que aparece do lado esquerdo de cor azul clara, também será mostrada, quando existir, outra forma de uso principal ou exclusivamente galego, em azul-marinho. Por exemplo, para o verbo cantar, na segunda pessoa do plural do Presente do Indicativo, ao lado da forma comum à Lusofonia cantais, aparecerá cantades, em azul mais escuro. A escolha destas formas galegas assenta na obra da AGAL Ortografia Galega Moderna Confluente com o Português no Mundo, editada em 2017.

De forma semelhante, também consta o timbre que possuem as vogais e ou o (abertas ou fechadas), quer sejam átonas quer tónicas, nomeadamente na Galiza. No entanto, estas informações fonéticas também podem ser usadas em grande parte por outros cidadãos lusófonos, já que é coincidente na maioria dos casos.

Período de provas

O conjugador do Dicionário Estraviz encontra-se em período de provas, ainda que já completamente aberto aos utilizadores e utilizadoras. Nos próximos meses, a AGAL implementará ou responderá às sugestões de melhoria recebidas. Passado o período de provas, o conjugador do dicionário Estraviz será lançado num evento público.

Dicionário Estraviz

O Dicionário Estraviz na rede é propriedade da AGAL (Associaçom Galega da Língua), da Academia Galega da Língua Portuguesa (AGLP) e da Fundaçom Meendinho. As três entidades, junto com o próprio autor do dicionário, Isaac Alonso Estraviz, e outras autoridades linguísticas do reintegracionismo, como Carlos Durão ou José-Martinho Montero Santalha, participaram a rever as provas do conjugador.


PUBLICIDADE

  • Ernesto V. Souza

    Bravo!!!

  • luiz

    Um novo patamar acaba de ser alcançado.

    Já o Ernesto disse tudo que havia para dizer:
    Bravo!

  • Miro Moman

    E o Estraviz já e mais consultado no Brasil que na Espanha. Parabéns!

  • Max Brito

    Parabéns. Um resultado importantíssimo, que servirá de exemplo às próximas gerações. Um bem haja a todos os participantes.

  • Galego da área mindoniense

    Excelente trabalho, que inclui tôdalas formas próprias da Galiza: andárom, partides, vivim, bebêrom, falarám, dividiche…
    Até agora, o melhor conjugador que havia era o do Priberam. Mais eles nom incluíam as formas galegas, portanto este é um grande passo adiante.

  • Joám Lopes Facal

    Umha contribuiçom maior que todo o galeguismo cultural deveria celebrar