Opiniom

  • O que tem a ver o fígado com os figos?

    A palavra «fígado» vem de «figo», já que antigamente cevavam com figos os animais que eram criados com a intençom de lhes comer os fígados. Já está. Sim, de verdade, o que conta este artigo é simplesmente isso.

  • Patricinhas e mauricinhos

    A erosão e estagnação que sofreu o léxico galego fez com que, por vezes, não exista uma denominação vernácula para exprimir certas realidades. Um bom exemplo disto são os citados mauricinhos e patricinhas que certamente podiam suprir no galego moderno os castelhanismos ‘pijo’ e ‘pija’.

  • 38%

    Uma das diferenças, sintomática, entre uma língua com estado e uma língua sem estado é a ligação desta última com as percentagens.

  • As mentiras que nos contaram sobre o Reino de Galiza

    É hora, portanto, de reivindicar os nosso queridos psicopatas medievais, tão cruéis e assassinos como os castelhanos, mas que não merecem ficar na periferia mental do nosso inconsciente coletivo.

  • Português brasileiro: o galego tropical

    Seja pelo número de falantes seja pela influência que o Brasil teve nas últimas décadas no mundo, o português brasileiro adquiriu um protagonismo que a tornou a variedade mais importante da língua galego-portuguesa. Todavia, a língua falada no Brasil é ainda para muitos galegos uma grande desconhecida.

  • Quanta dor! Europa fecha-se e morre de velha!

    Não sei se é dor, vergonha ou nojo o que sinto perante as imagens da massa de seres humanos reclamando nas fronteiras de Europa uma oportunidade de vida.

  • Vigência do projeto AGAL

    No próximo 24 de outubro está convocada Assembleia Extraordinária para a renovaçom do Conselho da AGAL. Seria bom que o novo Conselho procedesse a revalidar a agenda fundacional da Associaçom mediante os instrumentos que o próprio movimento foi criando.

  • Eu estive no encontro Conjo 2.0. Um compromisso da cidadania

    Eu fui lá por ver, ouvir e também dar a minha opinião sobre as possibilidades que Galiza pode ter nas próximas eleições. Fui porque apoio o manifesto que convocava para esta junta: “Pola Unión”.

  • 25 de julho: Dia de Galiza

    Enfrentamos um dilema, a ressaca da história colocou-nos num estranho double-bind que hoje bem conhecemos.

  • O problema nom é apenas Tim Hunt

    Sugerírom-me já fai tempo que escrevesse um artigo sobre as declaraçons machistas de Tim Hunt, Prémio Nobel.