Análise

  • Saramago e a iberização falhada

    Em inícios de 1995, percebi que algo de estranho se passava com o português de José Saramago.: castelhanizava-se, mas não de maneira desordenada.

  • Vocabulário galego do futebol: modelo para armar

    Com a simples e divertida leitura ou escuita de textos portugueses e brasileiros, podemos disponibilizar de maneira ótima a nossa linguagem galega do futebol.

  • Será que Podemos em galego?

    Uma das grandes surpresas nas recentes eleições europeias, Podemos, está-se a sediar na Galiza por meio dos Círculos.

  • Originalidades da língua portuguesa

    Aquilo que hoje chamamos português é um produto linguístico bem mais antigo, do que o Reino de Portugal. Ele nasceu e desenvolveu-se num vasto território do noroeste peninsular, a Galécia Magna, abarcando só uma pequena parte do futuro reino português. Para todo o resto era um idioma geográfica e historicamente estrangeiro. Que nome tinha ele, então? Chamavam-lhe linguagem, que significava simplesmente ‘não latim’. Mas, se a língua de Afonso Henriques algum nome pudesse ter tido, era só este: galego.

  • Os outros 200 polvos do idioma galego

    Muito se tem falado nestes meses a propósito da galeguidade da palavra pulpo. Houvo até filólogos reputados que pesquisaram a palavra até mesmo chegarem a afirmar que era um galeguismo aceitado no espanhol do tipo Galicia ou mejillón.

  • Parecer jurídico da Pró-AGLP sobre o uso da ortografia portuguesa na Galiza

    A Associação Cultural Pró-Academia Galega da Língua Portuguesa saúda a entrada em vigor da Lei 1/2014, de 24 de março, para o aproveitamento da língua portuguesa e vínculos com a Lusofonia.