Análise

  • A AGAL recebe ajuda à contratação por conta alheia

    A Associaçom Galega da Língua (AGAL) recebeu uma ajuda à contratação indefinida inicial de uma pessoa trabalhadora. A subvenção, por valor de 6.412,50 €, foi concedida pola Conselharia de Economia, Emprego e Indústria da Junta da Galiza dentro do Programa TR344A de Incentivos à Contratação Indefinida Inicial de pessoas de mais de 30 anos que […]

  • A Europa que não pode ser

     “Plus ça change, plus c’est la Mme chose – mais se muda, mais é a mesma coisa” (ditado popular francês) Quando as circunstâncias nos sobrepassam enfraquecemos, quando nos adequamos bem às circunstâncias fortalecemos. Tanto no nível coletivo como individual, experimentamos esta evolução, segundo os condicionantes do momento. Nos tornamos positivos com respeito a situações que […]

  • II Mostra de Oralidade: De repente, em Compostela

    A IMPROVISAÇOM ORAL NAS COMUNIDADES EDUCATIVAS: MÚSICA, LÍNGUA e GÉNERO A proposta divulgativa é realizar umha série de palestras sobre diversas experiências entorno á improvisaçom oral na educaçom, na família, na sociedade, no teatro, na cozinha… tendo em conta três fatores básicos: música, língua e género. Asistirám educadoras e educadores da Galiza, Euskadi e Cataluña. […]

  • Proibição da leitura e traduções vernáculas da Bíblia (IV)

      A repressão da leitura da Bíblia durante a época do iluminismo No século XVII surge na Inglaterra um movimento intelectual progressista que teve o seu máximo apogeu na França do século XIX, que se vai converter no epicentro a partir do qual se vai irradiar por toda Europa. É um movimento que tem confiança […]

  • LANÇAMENTO DE UM ELEFANTE NO ARMÁRIO

      Na mitologia da nossa época não faz sentido a procura da verdade; apenas é aceite a existência de pontos de vista. Teimamos em multiplicar a confusão. No entanto, deveria ser proibido pronunciar parvoíces contraditórias como declinar verdade em plural, verdades, para lhe negar a singularidade, esse fulgor. O pessoal ofusca-se com a ideia de […]

  • AGAL quer orientar Lusofonia para uso da toponímia galega (corrigido)

    AGAL quer orientar Lusofonia para uso da toponímia galega   A Comissom Linguística da AGAL está-se a dirigir a meios de comunicação e editoriais portugueses para os orientar no uso correto da toponímia galega, oferecendo-lhes a possibilidade de se usarem as formas oficiais (isto é, as galegas com ortografia do castelhano) ou as galegas adaptadas […]

  • VOLTAIRE E A DECLARAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS

    Com motivo de celebrar-se em 10 de dezembro o Dia Internacional da Declaração Universal dos Direitos Humanos, decidi dedicar dois depoimentos a dois importantes vultos que, com as suas ideias e pensamentos, muito influíram em que se formalizasse tal declaração. No depoimento anterior centrámo-nos em John Locke e no presente analisaremos os contributos do pensador […]

  • Memória da escravatura e debate público em Portugal

      O projeto de criação de um memorial às vítimas da escravatura na cidade de Lisboa foi proclamado no passado dia 27 de novembro como um dos vencedores do orçamento participativo da câmara municipal. A proposta partiu da Djass-Associação de Afrodescendentes que visa assim “colocar Lisboa no mapa da história da escravatura”. A proposta do […]

  • II Jornadas da Cátedra José Saramago da Universidade de Vigo

    Têm hoje início em Pontevedra as II Jornadas da Cátedra José Saramago da Universidade de Vigo, cujo programa está disponível aqui: http://catedrasaramago.webs.uvigo.es/pt/blog/ii-jornadas-internacionais-jose-saramago-da-universidade-de-vigo-87/ No âmbito das Jornadas, no dia 5, terça-feira, às 20h, no salão de atos da Faculdade de Belas Artes em Pontevedra, o nosso grupo de teatro “Eu.Experimento” fará a pré-estreia da sua nova criação […]