Todos os artigos de Joám Evans Pim

Joám Evans Pim é membro da Academia Galega da Língua Portuguesa e do Partido da Terra de Vila Cova. Licenciado em Antropologia, dá aulas ocasionalmente na Universidade Åbo Akademi da Finlândia e exerce como diretor do Center for Global Nonkilling, organização especializada na prevenção de violência letal. Labrego a tempo parcial, colheita lúpulo e cereais de cultivo orgânico para a produção de cerveja artesã.
  • As nossas repúblicas

    Os superficiais debates sobre a adoção de uma fórmula monárquica ou republicana para o Estado espanhol são evidência da trivialidade imperante no discurso político atual. Numa Europa onde as diferenças entre Estados nominalmente republicanos e monárquicos são insignificantes no que ao (nulo) poder político das pessoas e comunidades diz respeito, o debate deveria estar entre a continuidade do ente político Estatal, tal é como hoje se apresenta, e a criação de verdadeiras alternativas que nos permitam lidar com os nossos problemas e desafios futuros.

  • Carlos, culpável

    Todo o mundo sabia que o Carlos era a todas luzes culpável. Culpável de rachar com a inércia mental do nacionalismo monolítico introduzindo ideias pouco conhecidas como o municipalismo libertário ou o confederalismo democrático, base para uma nova era de resistência pacífica no Curdistão.

  • Sempre Astúrias

    A família é a família. Duas notícias recentes de nossos primos-irmãos asturianos merecem algum comentário, dado que ninguém parece ter-se feito eco delas: o recurso de insconstitucionalidade à “Lei Montoro” do Governo das Astúrias defendendo o rango estatutário da personalidade jurídica das paróquias e a improvável mas aparentemente real coligação entre BNG e o partido galegófobo Andecha Astur.