aRi[t]mar apresenta as músicas candidatas a ganhar o certame

O certame das músicas e poesias da Galiza e Portugal abre o período de votações para escolher a melhor canção de cada pais



apresentaçom músicas aRitmar 2019

Esta quarta-feira, a Escola Oficial de Idiomas de Santiago de Compostela apresentou mais uma edição do certame aRi[t]mar de poesia e música da Galiza e Portugal. Foi às 19:30 horas na aula 7 do centro, num ato que contou com Encarna Otero, historiadora e aluna de B1 de português, para conduzir o evento diante dum público de 40 pessoas. Estiveram também o concelheiro de Educação e Cidadania da cidade, Manolo Dios, e a vicepresidenta da Deputação da Corunha, Goretti Sanmartin.

A também responsável da área de Cultura da Deputação aproveitou a ocasião para parabenizar a organização pelo sucesso da iniciativa no passado ano, e reiterar o compromisso da entidade com “os projetos de vanguarda” porque “a cultura é um direito”. Pela sua parte, Dios transmitiu o apoio do alcaide e do resto da corporação ao certame, além de agradecer o trabalho humano que há detrás do aRi[t]mar.

público apresentaçom músicas aritmar 2019

Após visionar um resumo audiovisual da passada edição e fazer entrega dum lote de livros às pessoas ganhadoras dum sorteio, o público assistente ouviu dez músicas que concorrem em 2019. No total, as canções finalistas galegas são Solpor (Baiuca), Sobran as palabras (Dakidarría), Fronteiras (Guadi Galego), Déixaas (Mercedes Peón), Cultura crítica (Nao), Non é ficción (Pauliña), A cabalo (Sofía Espiñeira), Un día (Son Trío), Que non mo neguen (Tanxugueiras) e A casa do terror (Xoán Curiel e A banda do verán). Os temas portugueses são Sem Palavras (António Zambujo), Avião de papel (Carolina Deslandes), Nasty (D.A.M.A), O Melhor Presente (Luisa Sobral), Tempestade (Márcia), Quem me dera (Mariza), Efeito do Observador (Os Azeitonas), A Terra Gira (Os Quatro e Meia), Grão da Mesma Mó (Sérgio Godinho) e Estradas no Céu (Valas). As votações por estas candidaturas são anónimas e podem ser já feitas através dum formulário on-line que estará aberto até 20 de março.

aRi[t]mar é um projeto didático e cultural da EOI compostelana cujo objetivo é difundir a música e poesia galego-portuguesa atual, tendendo pontes entre a cultura e a língua dos dois países no quadro da Lei Valentín Paz-Andrade para o aproveitamento do ensino do português e vínculos com a lusofonia. Com a organização da Equipa de Dinamização e os departamentos de galego e português, os textos musicais e literários são trabalhados durante o ano académico e escolhidos através de votação on-line. Os ganhadores participam numa Gala de entrega de prémios em Santiago de Compostela no último trimestre do ano.


PUBLICIDADE

  • Ernesto V. Souza

    Passinho a passinho… e mira que gentes se vão achegando… 😉