BD sobre Carvalho Calero apresenta-se em Braga

Este sábado às 17h na livraria Centésima Página



Xico Paradelo e Irene Veiga (roteiristas) com Valentim Fagim (Através Editora).

Este sábado, 19 de setembro, a Através Editora apresentará em Braga o trabalho mais recente sobre o homenageado das Letras Galegas 2020, banda desenhada coeditada com Demo Editorial, Ricardo Carvalho Calero: Coraçom da Terra.
O evento, organizado pelo Grupo Qu1n5e, dará começo às 17h na livraria Centésima Página (Avenida Central, 118-120, Braga) com a presença dos roteiristas Irene Veiga e Xico Paradelo que estarão acompanhados por Carlos Pazos Justo, professor do Centro de Estudos Galegos da Universidade do Minho.

Ricardo Carvalho Calero: Coraçom da Terra, é uma banda desenhada alicerçada em vários itens da biografia de Ricardo Carvalho Calero: a infância em Ferrol, os estudos universitários em Compostela, a Guerra do 36, a docência em Lugo no Colégio Fingoi, catedrático na USC e a eclosão do reintegracionismo. Tudo orquestrado de forma a mostrar os problemas da situação cultural, linguística e política do país ao longo do século XX e do estado de cousas na atualidade.

***

bd-carvalho-calero-coracom-de-terra

Xico Paradelo (esquerda) e Irene Veiga, roteiristas da BD, com Valentim Fagim, de Através.

Sobre as autoras:
Irene Veiga, nasceu em Ourense (15 de Janeiro de 1966). Tem participado em diferentes organizações de âmbito linguístico e sociocultural, desde a “Casa da Xuventude” de Ourense, nos anos oitenta, a Associação Cultural Auriense, nos noventa, a A. C. “A Gente da Barreira” de Ourense, o MDL (Movimento Defesa da Língua), do qual foi secretária de organização. Membro fundador da Coordenadora Galega de Roteiros (1998-2008); secretária da Assembleia da Língua (2002); presidenta da A. C. “A Esmorga” de Ourense; membro fundador da A.C. Pró-AGLP (Pró Academia Galega da Língua Portuguesa), no ano 2007 e presidenta da mesma entre 2011 e 2014. Irene Veiga é escritora de obras de poesia e teatro. Em 2017 ganhou o prémio O FACHO de teatro infantil. Trabalha como professora de ensino primário na cidade de Ourense (Galiza).

Xico Paradelo nasceu em Ourense (13 de julho de 1966). Iniciou a sua trajetória em 1989 no reconhecido coletivo de banda desenhada “Frente Comixário”, com o que participou na organização das “Xornadas de BD de Ourense” ou no “I Encontro de Debuxantes Galegos”. Militante da cultura e ativista da BD e também do humor gráfico, é um dos fundadores do “Coletivo PESTINHO” e um dos autores da obra “História da Língua em Banda Desenhada”. Tem colaborado em diferentes publicações de humor, tais como “XO”, “O Pasquim” ou “Retranca”. Colaborador no Portal Galego da Língua. Membro fundador da A.C “BD Banda” e da Academia Galega da Língua Portuguesa. Trabalha como professor de ensino primário num centro rural de Ourense (Galiza).

ivan_suarez

Iván Suárez

O ilustrador Iván Suárez é um dos nomes mais destacados da BD galega actual. Para além do seu trabalho no campo da ilustração para literatura infantil e juvenil, ganhou o V Certame Ourense de BD já em 1995 e participou em publicações coletivas como “H2Oil” ou “Barsowia” ao longo da década dos 2000. Debutou na novela gráfica com os desenhos de “Rara Avis”, sobre um roteiro de Kike Benlloch. Abordou o reto de adaptar à BD os roteiros de Inacio Vilarinho na serie sobre Castelao que publicou em quatro volumes Demo Editorial com a colaboração da livraria Kómic. A segunda destas entregas, “Titoán” valeu-lhe aos autores fazer-se com o Prémio Castelao de Banda Desenhada, principal reconhecimento na novena arte no nosso país, em 2011. A demonstrada capacidade do autor para trabalhar com acerto ambientações históricas, o respeito pelos personagens, a sua tremenda capacidade narrativa a abordar desde cenas introspectivas até momentos de ação, para além duma capacidade de produção raramente igualada no sector fizeram de Suárez uma opção clara desde o primeiro momento para retratar a nossa história sobre Carvalho Calero.

 


PUBLICIDADE