A 5 de julho decorrerá em Arçua o éMundial 2014

Gastronomia, mesas redondas, música, exposições e muito mais formam a ementa de um evento pensado para mostrar que o galego «é umha fortaleza e umha oportunidade»



éMundial 2014 - ilustraçom

A dia 5 de julho decorrerá no recinto feiral de Arçua a terceira ediçom do éMundial. Após passar por Compostela e Vigo, o evento chega agora à capital da comarca arçuana com um amplo programa para garantir a intensidade toda a jornada. Gastronomia, mesas redondas, música, exposições e muito mais formam a ementa de um evento pensado para mostrar que o galego «é umha fortaleza e umha oportunidade».

Como nas passadas edições, a organizaçom do éMundial corresponde à Associaçom Galega da Língua (AGAL), mas desta vez com o patrocínio da Deputación da Coruña e do Concello de Arzúa. Ainda, colaboram e apoiam o evento a escola infantil Semente e a Associação Pró-AGLP.

O alargado programa pode ser consultado na Agenda do éMundial, e iniciará às 11h30 com o pregom do multifacetado artista Xurxo Souto, quem promete, no mínimo, a mesma intensidade que o pregom de há dous anos em Vigo. Promete surpreender!

A seguir, sessom vermu com Terra Morena e Rui David. Depois da música, o pessoal poderá escolher entre participar no ateliê de percussom do brasileiro Paulo Silva ou assistir à mesa redonda sobre a Lei Paz-Andrade. Posteriormente, haverá um jantar africano —única atividade de pagamento de todo o evento—. Já pola tarde, toda a tarde, haverá atividades para miúdas e miúdos no Espaço Semente (música, brinquedos, conta-contos…). Para os mais graúdos, outras propostas, como a terceira Ramagem da rede de clubes de leitura em português Pega no Livro, o lançamento de Quês e porquês do reintegracionismo, umha mesa redonda de cidadãos lusófonos ou a grande novidade deste éMundial: «Somos… e fazemos», umha oportunidade para que entidades galegas com umha visom «extensa e útil» da nossa língua se apresentem ou expliquem os serviços que oferecem.

O encerramento do evento começará às 21h com umha sessom de música ao vivo em que participarám artistas de vários países lusófonos, com os galegos Narf e Xabier Mugardos, o brasileiro João Alberto e o angolano Alberto Mvundi.

Aliás, toda a jornada poderá-se visitar a exposiçom Cantigas de Santa Maria. Arte BDieval, haverá um balcom da Superbock e balcões para coletivos.

 

+ Ligações relacionadas:


PUBLICIDADE

  • Valentim R. Fagim

    O dia certo para nos reunir as pessoas que achamos que a nossa língua é mundial, para o festejar e para nos conhecer.

  • madeiradeuz

    Um evento com gastronomia e música tem o meu apoio e respeito 🙂

  • Ernesto V. Souza

    que passedes bem!

  • Susana Arins

    mas como o fazedes quadrar com volta ao mundo em dorna? ai ai ai, a malta vai preferir o desporto de massas!! 😛