ESPAÇO BRASIL

O primeiro trecho do Caminho de Santiago na América é em Florianópolis

A “Ilha da Magia” obteve autorização para oferecer a compostela pelo trecho inicial do Caminho




caminhoNo dia 29 de junho, a capital catarinense, Florianópolis ficará mais próxima da Galiza, com a abertura do Caminho Brasileiro de Santiago de Compostela.

A iniciativa partir de Fábio Tucci Farah e Mariana de Assis Viana Mansur, dois brasileiros apaixonados pelo Caminho de Santiago

O trecho brasileiro é o único na América Latina reconhecido pela Catedral de Santiago de Compostela. O trajeto escolhido serve como uma forma de iniciação ao caminho Europeu, para ganhar a compostela (documento que comprova a peregrinação), é necessário completar no mínimo 100 quilômetros de caminhada, que devem ser finalizados na Península.

Por vários motivos, tendo a beleza e a segurança da cidade entre eles; a rota escolhida foi em Florianópolis. Ela começa na Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, em Canasvieiras, depois passa pelas igrejas São Pedro e Nossa Senhora dos Navegantes, e termina os 21 km de extensão no Santuário Sagrado Coração de Jesus, na praia dos Ingleses. O caminho pode ser percorrido em um dia, já que seu nível de dificuldade não é alto.

1_foto_jornal_noticiasdodia

A existência da Acacsc (Associação Catarinense dos Amigos do Caminho de Santiago de Compostela) também facilitou pela escolha por Florianópolis.

No evento de inauguração, dia 29, será feita a peregrinação entre Canasvieiras e Ingleses, seguida de uma missa presidida pelo arcebispo de Florianópolis, dom Wilson Tadeu Jönck.

Uma relíquia de São Tiago também fará parte da programação de abertura. De acordo com João Élsio, a complexidade do trajeto, que dura de seis a sete horas, é de média para difícil, pois é preciso um pouco de experiência em caminhada.

SERVIÇO

Abertura do Caminho Brasileiro de Santiago de Compostela
Dia 29 de junho, peregrinação começa às 9h e a missa será às 16h30
Saída da Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, em Canasvieiras
Evento Gratuito, mas quem quiser o documento para ganhar a compostela deve pagar R$ 15,00.

Mais informações em http://amigosdocaminho.com.br/

José Carlos da Silva

Desde 2008, José Carlos da Silva é correspondente do PGL no Brasil. Residente em Campinas (São Paulo), é produtor cultural e periodista. Como produtor cultural trabalha pela difusão da cultura caipira, que tem na viola de 10 cordas, sua maior expressão.

PUBLICIDADE