Todos os artigos marcados como "Jon Amil"

  • Sonic é um ouriço ou um porco-espinho?

    Vamos ver. Sonic, a mascote da SEGA, é um ser azul antropomórfico de um metro de altura, com espinhas às costas, vestido com ténis e luvas, que pode correr mais rápido que a velocidade do som. Com estas caraterísticas nom é ouriço nem porco-espinho. Nem nada que poda ser encontrado na Terra. Mas a realidade […]

  • Trans

    Em química orgánica, trans é aquele esteroisómero no qual os substituintes estám em lados opostos da dupla ligaçom (no caso dos alcenos) ou em caras opostas (no caso dos cicloalcanos). Em bioquímica, os ácidos gordos trans som aqueles ácidos gordos saturados que tenhem umha configuraçom geométrica trans. Em medicina, as gorduras trans som aquelas formadas […]

  • Saudinha!

    Ainda que nom o pareça, sou médico. Sim, de verdade, nom estou a brincar. Figem Medicina em Santiago de Compostela, e tenho o título assinado polo Rei de Espanha e tudo. Pobre reizinho, aí todo o dia a assinar diplomas, deve ter a mão mais dolorida que um adolescente em pleno apogeu do seu despertar […]

  • Desconsolado

    O outro dia ia pola rua e topei um neno a chorar. Perguntei-lhe o motivo dos seus choros e respondeu-me que é que perdera a sua consola. Normal, pensei. O coitado estava desconsolado. Os videojogos passárom a ocupar umha parte mui importante das nossas vidas sem nos decatarmos. Pode ser que nom tenhas consola. Pode […]

  • As 100 palavras em galego para designar a merda

    Contra as «100 palavras em galego para designar a chuva», eu ofereço-vos as «100 palavras em galego para designar a merda». Preparai-vos, que aí vos vam.

  • Jon Amil: «A melhor maneira de defender o galego é usando-o»

    Proxecto Neo, programa que emite a Rádio Burela, entrevistou no programa número 141 Jon Amil, graduado em Medicina e membro do Conselho da AGAL.

  • O que tem a ver o fígado com os figos?

    A palavra «fígado» vem de «figo», já que antigamente cevavam com figos os animais que eram criados com a intençom de lhes comer os fígados. Já está. Sim, de verdade, o que conta este artigo é simplesmente isso.

  • Jon Amil: «Quero umha Galiza na qual a gente nom pense que vou dançar se digo que “vou mover a cadeira”»

    Jon é um viguês a acabar os estudos de Medicina. Está a preparar o trabalho de fim de grau e estuda para o exame MIR.

  • Nom à guerra (ortográfica)

    Na Internet galega existe um fenómeno chamado Lei de Berto, que diz que «a medida que umha discussom online em galego sobre qualquer tema avança, a probabilidade de que se mencione o reintegracionismo/isolacionismo achega-se a 1».

  • «Sim, sim»

    No francês existem duas maneira de dizer sim: oui, que é a forma usada na maioria de casos; e si, que é usada como resposta a frases negativas para evitar a ambiguidade. Algo semelhante acontece no sueco, que usa as palavras ja e jo, respetivamente. E aqui, ao sueco, era onde queria eu chegar.