Todos os artigos marcados como "Isabel Rei"

  • A lei dos fantoches e São Valentim

    Todas as representações artísticas guardam sempre uma tensão com a realidade que se vai diluindo a medida que essa realidade se transforma.Todas as representações artísticas, em quaisquer das suas variadas formas, guardam sempre uma tensão com a realidade que se vai diluindo a medida que essa realidade se transforma.

  • Menina Memória

    Conto escrito para a biblioteca do Liceu de Ensino Secundário Número 1 da Estrada.

  • 25 de julho: Dia de Galiza

    Enfrentamos um dilema, a ressaca da história colocou-nos num estranho double-bind que hoje bem conhecemos.

  • O prémio da cruz

    Quando Obama, presidente dos EUA, recebeu em 2009 o prémio nobel da Paz, nem imaginávamos que em 2015 o ainda presidente autonómico Núñez Feijóo receberia um prémio pela defesa da língua portuguesa.

  • Tempo de mudança

    Bom dia, comunidade! anunciam os Tribalistas na sua Carnavália, presságio do final do inverno, promessa de transformação da primavera.

  • Glocal: Língua global, fala local

    A Xunta assinou no mês de fevereiro deste ano um Memorando com o Camões a respeito do ensino de língua portuguesa na Galiza.

  • Cumprir a Lei Paz-Andrade

    O estancamento na promoção da língua portuguesa não ajuda à urgente normalização do galego. A falta de unidade do galego-português é indicativa de que o interesse está na normalização do castelhano-espanhol.

  • Mulheres na Música

    Exposição e concerto no Conservatório Profissional de Santiago de Compostela. O concerto decorrerá nesta quinta-feira, 26 de março, às 20 h.

  • 2015 Ano Zero: A hora de Portugal

    Mas o certo é que em 2014 o Ano Novo seria recebido na Galiza por duas vezes. Sim, duas. Uma, a de todos os anos, na hora espanhola que vai pelo fuso horário da Alemanha. E a outra, por primeira vez na TVG com a hora portuguesa que segue o fuso horário do meridiano de Greenwich.

  • Canção de Natal

    Estava morto e isso não tem volta. Várias décadas atrás algumas pessoas viram a vida lhe sair do corpo doente, deixando-o seco e lívido. Sim, morrera. Ademais, disseram no TV. Com toda certeza, Franco estava morto. Há que deixá-lo claro porque é indispensável para entender o pavor do juiz Scrooge quando o espetro de Franco […]