Todos os artigos marcados como "Isabel Rei Samartim"

  • O Tribunal Anticonstitucional

    Um partido político espanhol de extrema direita anuncia que apresentará uma proposta de lei para impedir que as provas à função pública incluam exames de conhecimento da língua nativa em Galiza, Euskadi, Catalunha e Valência, territórios peninsulares onde o castelhano compartilha com as línguas nativas o estatuto de língua oficial. O fundamento legal é a […]

  • A realidade invisível

    Um posti (post-it) a dizer “Solo está permitida la ortografía oficial” preside desde há trinta anos o écrã dum computador num dos últimos gabinetes do mais remoto corredor das instalações administrativas da Xunta de Galicia. Os habitantes da caverna nunca se interrogaram se essa ordem corresponde a alguma lei ou se é capricho dalgum alto […]

  • Quarteto UFG: Goiás em Compostela

    Com os primeiros frios do outono, perturbados pela mudança climática, chegou o verão a Compostela em forma de música brasileira. Vindo de Goiás, recebemos no Conservatório o excelente Quarteto UFG (Universidade Federal de Goiás) que em dia 8 de novembro de 2017 nos honrou com um concerto maravilhoso de música brasileira, portuguesa e galega. Como […]

  • Millenials (Conversas milenares)

    Era uma vez um esquio e uma giesta a falarem longamente num cantinho do bosque. Na verdade, nenhum deles lembrava desde quando é que estavam lá na conversa. O esquio era de Bembibre e a giesta, como nunca saíra de Taveirós, estava ali mesmo ao pé da sua casa. Falavam, e falavam. Mas, e o […]

  • A síndrome da Transição

    Resposta à professora da UDC María Pilar García Negro, que me interpelou. A interpelação direta em artigos de opinião, ainda que pode servir para louvar as qualidades de alguém, é um recurso normalmente empregado para criticar, contestar e mesmo acusar dalguma cousa a pessoa nomeada. Eu tenho a estranha honra de ter conseguido a interpelação […]

  • Portuguesismo e autocolonização

      Resposta ao artigo de A. López Carreira En defensa de Galicia publicado no jornal Sermos Galiza em 23 de junho de 2017.   “A verdade é sempre revolucionária” é uma ideia tomada por Gramsci do nobel de literatura em 1915, o francês Romain Rolland, retomada depois por múltiplas autoras. Se os galegos fôssemos franceses, […]

  • No Parlamento, todas lusistas

        Ontem, 15 de junho, fazíamos trinta e quatro (34) anos da conhecida Lei de Normalización Lingüística aprovada em 1983 durante o governo do recentemente condecorado Fernández Albor (Alianza Popular, hoje Partido Popular). Mas ontem também acontecia que o atual governo do PP tinha de dar explicações na Comissão de Cultura do Parlamento Galego […]

  • Apresentação de ‘Abadessa oí dizer…’

    Quinta-feira 1 de junho Através editora, apresenta ‘Abadessa, oí dizer. Relatos eróticos de escritoras da Galiza’ em Compostela. O evento decorrerá na livraria NUMAX a partir das 20h com a presença das autoras Teresa Moure, Eva Xanim, Susana Sánchez Arins, Isabel Rei Samartim e Verónica Martínez Delgado. Apresenta o crítico literário Mario Regueira. ……………. Mais […]

  • ‘Abadessa, oí dizer’ : Relatos eróticos de escritoras da Galiza

    Nove relatos (e um prólogo) de autoras muito diferentes que responderam ao pedido de escrever um relato erótico (a estas alturas…). Uma etiqueta, se calhar, útil mas, com certeza imprecisa e, como todas, sempre questionável. Quisemos transformar a chamada para o escárnio de Anes do Cotom em convite para a reflexão e o prazer. Ele […]

  • Mary e Lizzy Burns

    Ao professor e politólogo Xavier Vilhar Trilho, autor de A remodelação ‘federal-confederal’ do Reino da Espanha (Laiovento, 2001).   É bem certo que nas circunstâncias atuais uma pessoa pode experimentar fortes vontades de dar-se à água da vida, como chamam ao uísque na Irlanda. E não só pela excelência da aguardente, mas também e sobretudo […]