Todos os artigos marcados como "aldeias de Ordes"

  • As aldeias das leitoras (V): Cernadas

      Conta María Martínez Candal que o seu pai é de Cernadas, em Buscás, topónimo este que muitos explicam pola teoria divulgada por Moralejo Lasso segundo a qual proviria do latim *cinerata, ‘terra queimada’, em referência às roças do monte para debroçar a terra e fertilizá-lo com as próprias cinsas antes de sementar nela. A […]

  • O Deus da camisa vermelha

    Mesom de Deus No ano de 1772 construiu-se o Mesom de Deus à entrada de Ordes, entom umha pequena freguesia, justo ao pé da nova estrada entre a Corunha e Santiago, com a intençom de dar serviço às postas de correios e carrilanas que a atravessavam a diário. Com o tempo, o mesom deu nome […]

  • Gente de Rivendel

    Lugar de Rial, em Oroso Rial é o nome de umha aldeia de Chaiám e outra de Tras-monte; O Rial, com artigo, de outras duas, em Traço e Castelo; e os Riás, em plural, de um outro lugar da freguesia de Oroso. Ainda que a interpretaçom popular encontra nestes nomes de lugar ecos monárquicos, nada […]

  • As aldeias das leitoras (IV): Lenha, Tambre, barca

    Mapa de Chaiám. em Traço Perguntava Paula polo significado de Chaiám, nome da freguesia de Traço em que mora a sua irmá, e que é das mais conhecidas da comarca de Ordes por parte das picheleiras, por conta da sua magnífica praia fluvial à beira do Tambre e, quiçá, por percursos ancestrais em procura do […]

  • As aldeias das leitoras (III): O corpo do lobo

      Aldeia de Cabeça do Lobo, em Ardemil “Muy frecuentemente” – explica Otero Pedrayo na sua Guía de Galicia-, “el antiguo centro aparece decapitado, y la estructura radiada de la parroquia sustituida por la lineal. A lo largo de la carretera se alinean las casas nuevas. El grupo antiguo va quedando olvidado alrededor de la […]

  • A casa de Flore

    “…aquellos Moscosos que se distinguieron entre los paladines portugueses en la ardiente África…” Emilia Pardo Bazán, La madre naturaleza Pazo de Moscoso, em Ardemil Para aldeias ordenses fecundas na história, a de Moscoso, em Ardemil, origem dum dos apelidos galegos com maior tradiçom. Nom há, porém, unanimidade à hora de explicar este topónimo, para o […]

  • O perfume de Julieta

    Caminho a Lesta Recebe a sua denominaçom a paróquia ordense de Santo André de Lesta da planta do mesmo nome (Anthoxanthum odoratum), sendo o Lestido, lugar de Monço, o abundancial da mesma espécie. Outros derivados desta gramínea que também engendrárom topónimos –e a partir deste, apelidos- som Lestedo, Lestom ou Lesteiro. A planta da lesta […]

  • A raça das Brá

      dedicado a Estefanía Bra, muita força! Mulheres Brá da minha família Di umha lenda do País de Gales que Bran, filho de Llyr e irmao de Manawyddan, foi ferido por umha lança envelenada no transcurso do combate contra Matholwch de Ywerddon. Foi entom que Bran ordenou aos seus companheiros que sobreviveram à batalha que […]

  • Guerreiros do país das mámoas e os vidoeiros

    A atual aldeia de Germar, em Cerzeda, aparece citada em vários documentos medievais do mosteiro de Soandres. No primeiro, do ano 932, a “villa Germar iuxta Ripas altas cum suo busto et cum suis villaribus” é cedida aos bieitos de Soandres polos herdeiros do mosteiro de Santa Maria de Cambre; em outro de 1032 lê-se […]

  • Grudar, ou a recordaçom da liberdade

    Perante as greves operárias de junho de 1936, Simone Weil reflectia: “Ninguém sabe como irám as cousas. Som de temer várias catástrofes […]. Mas nengum temor apaga a alegria de ver erguer a cabeça àqueles que sempre, por definiçom, a baixam […] Suceda o que suceder, sempre terám tido isso. Afinal, pola primeira vez e […]