Infinitivo Pessoal



O Infinitivo Pessoal é um desses traços definitórios da nossa língua. Durante anos estudamos muitas vezes este item gramatical na escola, mas infelizmente na prática o seu uso é muito marginal nas falas galegas. Acontece sempre com os elementos mais diferenciadores: são os primeiros em desaparecer pela pressão da língua dominante.

Tentei colocar nesta infografia umas dicas úteis para começarmos a utilizar esta forma verbal um bocadinho mais.

* Publicado em Lusopatia,

Carme Saborido

Carme Saborido

Carme Saborido é uma ativista sociocultural e professora. Nasceu em Padrom em 1982 e licenciou-se em Filologia Galega na USC. Atualmente frequenta o grau de Língua e Literaturas Modernas na mesma universidade.

O seu blogue, Lusopatia , quer ser uma janela aberta ao mundo que permita ver os vastos horizontes e dinamismo da nossa comunidade linguística.
Carme Saborido

Latest posts by Carme Saborido (see all)

 

PUBLICIDADE

  • abanhos

    A dica é simples, o infinitivo após preposição flexiona sempre.
    E logo estão os outros dous casos que apontas.
    Excelente trabalho. Parabéns