Inep assina acordo com mais duas instituições de ensino portuguesas



 

Mais duas instituições de ensino superior portuguesas firmaram convênio com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para uso dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de estudantes brasileiros. Por meio de correspondências oficiais remotas, o acordo foi assinado pela Universidade Portucalense e o Instituto Universitário da Maia (Ismai).

mec

Com as novas instituições, o Inep completa 26 convênios firmados, 50% deles na atual gestão. Além da possibilidade de assinatura remota, inaugurada em 2016 –, ano até o qual só havia a oficialização presencial –, a permissão de acordos com instituições particulares de ensino superior também impulsionou as parcerias. O primeiro acordo interinstitucional foi celebrado em 2014, com a Universidade de Coimbra.

Em junho, o Inep participou de uma missão oficial a Portugal para visitar algumas instituições conveniadas. O próximo passo é um mapeamento dos estudantes brasileiros que estudam naquele país a partir das notas do Enem, já utilizadas por muitas instituições portuguesas de ensino superior.

O que vem ocorrendo é um movimento de oficialização e institucionalização dessas parcerias. Cada instituição de ensino superior define qual será a nota de corte para acesso aos seus cursos. Com o acordo, as instituições acionam o Inep para conferência dos resultados dos brasileiros que submetem suas avaliações do Enem com vistas à obtenção de uma vaga.

O Ministério da Educação – MEC está divulgando nas redes sociais os novos convênios e as dicas para preparação para o  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Conforme consta na  página do Inep, as instituições portuguesas conveniadas são:

 

Instituições de ensino superior portuguesas conveniadas com o Inep

  1. Universidade de Coimbra;
  2. Universidade de Algarve;
  3. Instituto Politécnico de Leiria;
  4. Instituto Politécnico de Beja;
  5. Instituto Politécnico do Porto ;
  6. Instituto Politécnico de Portalegre;
  7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave;
  8. Instituto Politécnico de Coimbra;
  9. Universidade de Aveiro;
  10. Instituto Politécnico de Guarda;
  11. Universidade de Lisboa;
  12. Universidade do Porto;
  13. Universidade da Madeira;
  14. Instituto Politécnico de Viseu;
  15. Instituto Politécnico de Santarém;
  16. Universidade dos Açores;
  17. Universidade da Beira Interior;
  18. Universidade do Minho;
  19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu);
  20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias ;
  21. Instituto Politécnico de Setúbal;
  22. Instituto Politécnico de Bragança;
  23. Instituto Politécnico de Castelo Branco;
  24. Universidade Lusófona do Porto;
  25. Universidade Portucalense;
  26. Instituto Universitário da Maia (Ismai).

fonte  Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep 

 

José Carlos da Silva

Desde 2008, José Carlos da Silva é correspondente do PGL no Brasil. Residente em Campinas (São Paulo), é produtor cultural e periodista. Como produtor cultural trabalha pela difusão da cultura caipira, que tem na viola de 10 cordas, sua maior expressão.

Latest posts by José Carlos da Silva (see all)

 


PUBLICIDADE