‘Galeguia’ de Manuel Miragaia

Editorial chiado, 2017



Chiado editora vem de publicar Galeguia, poemário de Manuel Miragaia: “Um livro poético que recolhe os mitos do nosso passado e as ideias principais que conformam a utopia do Galeguismo.”

galeguia-capa-imaxe

 

GALEGUIA

Autor: Manuel Miragaia

Editorial Chiado.
Data de publicação: Agosto de 2017
Número de páginas: 100
ISBN: 978-989-52-0902-6
Colecção: Prazeres Poéticos
Género: Poesia

Capa e ilustrações: Manel Cráneo.

 

Sobre a Obra:

Pedro Miguel Rocha, escritor português: “A intensa e apaixonante obra Galeguia provoca-nos saudades e, portanto, a ela teremos de regressar uma e outra vez.

Delmar Maia Gonçalves, escritor e presidente do  Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora: “Um poeta visionário e como todos os verdadeiros poetas, um intérprete da história; um poeta que aponta caminhos… Tenho por certo que a irmandade fraterna dos nossos povos é factual e indesmentível.”

Teresa Moure, escritora galega e professora na Universidade de Santiago de Compostela: “Na época do global e o rápido, a voz de Galeguia volta para o passado, joga com os mitos e tece cumplicidades entre o povo galego e o português, esses que mantêm um longe-perto inquietante.”

José Fanha, poeta e escritor português: “Ao entrarmos na palavra de Manuel Miragaia somos desde logo arrebatados pela paixão que o faz construir a sua identidade humana e poética de uma forma belíssima. Galeguia é um canto à língua e à cultura comuns que partindo do Norte Ibérico, a Galiza, se espalhou até ao Algarve e, depois, pelo mundo fora, América, África e Ásia, tomando novas músicas, misturando outros deuses, inventando identidades que, sendo novas não deixam de estar umbilicalmente ligadas àquelas de onde um dia partiram.”

“Galeguia”, escrito em galego internacional e publicado em Portugal por Chiado. Uma obra para uma nova visão da lusofonia afastada das conotações coloniais e na que mitos e figuras que unem o passado dos povos e da língua comum tecem afetos.

 

O Autor:

Manuel Miragaia Doldán, nado na cidade da Corunha. Licenciado em Filosofia pela  Universidade de Santiago de Compostela. Trabalha de professor de Filosofia no ensino público.

Realizou trabalhos de investigação e de inovação educativa, deu cursos acerca do anterior, atuou como conferencista e em inúmeros recitais de poesia com as suas próprias composições.miragaia

Tem publicados os livros “Génese e Apocalipse” (poesia) e “Manual para escritores e outras sátiras” (narrativa), além do ensaio “A realidade portuguesa no pensamento galeguista”. Participou como articulista desde moço em diversos jornais e revistas, alcançando mais de mil artigos publicados, todos na nossa língua.

No entanto, do que mais se reconhece e orgulha é pela sua atividade ao longo da vida a favor da língua galega, do reintegracionismo e do galeguismo. Neste sentido haveria de citar como exemplo a AGAL, da que foi em 1981 um dos seus cinco fundadores.

 

 


 


PUBLICIDADE