Convocado Certame de Narrações Breves Manuel Murguia de Arteijo

O prazo terminará em 15 de fevereiro



Por terceiro ano enfrentamos, felizmente, a coordenação do Certame de Narrações Breves Manuel Murguia de Arteijo, que em 2018 atingirá a 27ª edição.Resumo das BASES:

Os relatos [entre 15 e 30 páginas] devem ser originais e inéditos (não publicitados por nenhum meio, físico nem digital) escritos em língua galega, enviados com pseudónimo e só contendo os dados pessoais num envelope fechado (cf. bases oficiais do Certame) antes de 15 de fevereiro de 2018″.

Os prémios: O primeiro, de 4.000,00 €; o segundo, de 500,00 €; e o terceiro, de 300,00 €, todos eles submetidos à correspondente retenção. Quando se estimar oportuno, serão publicados numa edição coletiva.

Informação: Para dúvidas pode telefonar ao 981 659 100 do Centro Cívico Cultural ou escrever para [email protected].

*

O prazo para o Certame de Narrações Breves Manuel Murguia de Arteijo terminará em 15 de fevereiro

Advertência: Lembrai, [email protected] em galego de todo o mundo, que este prémio advoga pela tolerância gráfica desde a sua fundação há mais de 25 anos, o que garante a liberdade criativa e a ausência de critérios político-linguísticos na valorização das obras apresentadas. Esta atitude socialmente inclusiva do ponto de vista linguístico é algo que nos orgulha especialmente e gostávamos fosse um exemplo a seguir por todos os prémios literários do país.

Alfredo Ferreiro
Coordenador do Certame

Alfredo Ferreiro

Alfredo Ferreiro

Alfredo Ferreiro nasceu em 1969 na Corunha, onde estudou Filologia Hispânica. É membro da Asociación de Escritoras e Escritores en Lingua Galega, da Associaçom Galega da Língua e do Grupo Surrealista Galego. Tem publicado vários livros de poesia, individuais e coletivos. Desde a décadada de '90 colabora como poeta e crítico em revistas galegas e portuguesas. Dirige a revista digital de artes e letras Palavra Comum, orientada para o âmbito lusófono. Atualmente é coordenador do Certame de Narracións Breves Manuel Murguía de Arteijo.
Alfredo Ferreiro

PUBLICIDADE