Opiniom

  • O silêncio dos primeiros reis

      Na paróquia de Buscás (Ordes) encontra-se o lugar de Esmoris, regado na sua parte baixa polo rego de Loureda –já tem ido meu irmao bem vezes aí às truitas-, que conta com um moinho do mesmo nome: moinho de Esmoris. O topónimo agocha um segredo surpreendente. Este, como tantíssimos outros, explica-se pola existência de […]

  • As filhas da puta e as filhas do rei

    Há muitos anos, quando eu era criança e adolescente, no prédio antigo onde morava havia uma porteira, uma mulher viúva, maior, e às vezes não muito simpática a quem chamarei Caridad. Ocupava, no baixo interior, uma vivenda pequena e bastante obscura de um par de quartos de chão de azulejo, cozinha e banho, a custo […]

  • De ictiófilos e peixes-voadores

    Devemos-lhe ao eminente intelectual proto-socialista russo Alexander Herzen umha aguda réplica á máxima de Rousseau “o homem nasce livre mas em todas partes vive encadeado”: “os peixes nascem para voar mas nom param de nadar”. O afiado sarcasmo de Herzen é um excelente antídoto contra as quimeras sociais e os profetas professos em qualquer fé […]

  • O grande altar de Pérgamo: esculpindo o céu dos deuses

    A estética do grande altar está concebida pela Escola de Pérgamo. No aspecto arquitetônico e escultórico apresenta uma qualidade plástica inédita na arte grega; o seu conceito escultural da arquitetura projeta o senso rítmico que produz o rico e colorido contraste entre o pódio inferior e a colunata superior, pondo de manifesto a magnífica elegância […]

  • O Ponto de Transação

    Alguém um dia me disse: “É muito importante que as pessoas recetoras de opinião, saibam que as opiniões são sempre subjetivas. Que retórica e eloquência não necessariamente são sinónimos de verdade. O recetor de opinião deve saber identificar os sofismas, diferenciar aquilo que é conceito do que, a sua vez, é preconceito. Saber qual é […]

  • A Europa das Regiões Soberanas

    É evidente que o tema catalão toca uma fibra muito sensível do género humano: o sentimento nacional. Quando este sentimento se ativa os argumentos deixam de ser ferramentas de construção do discurso razoado para tornarem-se em armas defensivas que protegem a nossa identidade, a nossa essência e o nosso cerne nacional, a todo custo. Levo […]

  • A Galiza como parte da cidadania lusófona?

    V Congresso da Cidadania Lusófona1 Fundação Meendinho (Da Galiza 2) Lisboa3 Novembro de 2017   Falar da Galiza como parte da Lusofonia, era algo, como pouco, muito esquisito até bem recentemente, em que organizações como a que presido -Fundação Meendinho, ou a Academia Galega da Língua Portuguesa, e outras, tem trazido à tona esse término, […]

  • Proibição da leitura e traduções vernáculas da Bíblia (V)

    1A proibição da leitura e tradução da Bíblia a partir de Leão XIII Em 1906 cria-se a Pontifícia Comissão Bíblica com o ânimo de impor uma interpretação única e romana da Bíblia a todos os teólogos católicos, dando um passo mais na deriva cara a homogeneidade e uniformidade. O papa Leão XIII (1878-1903), na sua […]

  • Fala-se espanhol em Cuba?

    A pergunta é retórica, claro. Ninguém pom isso em dúvida, apesar das significativas diferenças entre o padrom da maior das ilhas antilhanas e o da ex-metrópole europeia. Por pura deformaçom profissional, na minha segunda viagem a Cuba dediquei-me durante três semanas de dezembro –entre outras cousas– a elencar particularidades do castelhano-cubano. Só como curiosidade e […]

  • O grande altar de Pérgamo: o alçar do Fénix

    O grande Altar dedicado pelo Rei Eumenes II à honra dos deuses olímpicos Zeus e Atena Niképhoros é uma verdadeira joia da arte helenística. Construído na segunda metade do século II a.C, está representado no friso exterior a Gigantomaquia, e no friso interior, a vida do Rei Télefo. Trata-se duma arquitetura de estilo jônico, que […]