Opiniom

  • 13MICE

    Entre os dias 4 e 8 do corrente mês decorre na cidade de Compostela a Mostra Internacional de Cinema Etnográfico (MICE), que já vai pela edição número 13. A quantidade de filmes e o programa também foram crescendo com o tempo, então temos vários lugares de projeção: Museu do Povo Galego, Teatro Principal e Sala […]

  • Guerreiros do país das mámoas e os vidoeiros

    A atual aldeia de Germar, em Cerzeda, aparece citada em vários documentos medievais do mosteiro de Soandres. No primeiro, do ano 932, a “villa Germar iuxta Ripas altas cum suo busto et cum suis villaribus” é cedida aos bieitos de Soandres polos herdeiros do mosteiro de Santa Maria de Cambre; em outro de 1032 lê-se […]

  • SELIC 2018

    A Semana do Livro de Compostela não foi sol de pouca dura, veio para ficar e esta é a sua segunda edição. Desde o dia 1 de junho até ao dia 10 poderão estar em contacto com livrarias e editoras do país além de usufruir de um amplo programa de atividades. Este ano a cidade […]

  • Aburinho! Oi! Saudaçons e despedidas portugalegas

    Na minha adolescência, na cidade da Corunha, era usual as pessoas se despedirem com um abur ou aburinho! A proximidade de abur com agur –em eusquera, adeus- levou a classificar esta juvenil gíria corunhesa de basquismo no galego. A origem da influência estaria na emigraçom galaica que, na segunda metade do século XX, se estabeleceu […]

  • A importância do idioma na identidade coletiva

    “Eu sou porque nós somos” Marielle Franco,vereadora de São Paulo, assassinada por negra e lésbica (março 2018)   Dizia Castelao :”Se ainda somos galegos é por obra e graça do nosso idioma”1. A língua galega como identidade coletiva encontra-se já em Rosalia “Cantarte hei Galicia na língua galega”…que así mo mandaron, que cante e que […]

  • Infinitivo Pessoal

    O Infinitivo Pessoal é um desses traços definitórios da nossa língua. Durante anos estudamos muitas vezes este item gramatical na escola, mas infelizmente na prática o seu uso é muito marginal nas falas galegas. Acontece sempre com os elementos mais diferenciadores: são os primeiros em desaparecer pela pressão da língua dominante. Tentei colocar nesta infografia […]

  • Solidariedade desde 1998

      Saúde, companheiros e companheiras da Insumisa. Permitide que tenha o atrevimento de chamar-vos assim, apesar das distâncias sobre tudo geracionais. Saudo-vos desde 1998, estamos em Primavera e acabamos de saber que o governo municipal de Oleiros pretende despejar a Ocupa da Ria. Este centro social ocupado e autogestionado está sediado num antigo paço…tem uma […]

  • Grudar, ou a recordaçom da liberdade

    Perante as greves operárias de junho de 1936, Simone Weil reflectia: “Ninguém sabe como irám as cousas. Som de temer várias catástrofes […]. Mas nengum temor apaga a alegria de ver erguer a cabeça àqueles que sempre, por definiçom, a baixam […] Suceda o que suceder, sempre terám tido isso. Afinal, pola primeira vez e […]

  • Um pianista para a galeria

    Às vezes encontro-me com textos nos jornais que me enchem a alma, porque me fazem ver situações ou sensações que quisera ter vivido e que infelizmente jamais poderei experimentar. É o caso deste artigo  aparecido no jornal La Noche em 1961. Para que sintam o que eu senti, colo aqui o texto sem mais comentário. […]

  • O pensamento científico dos filósofos do futuro

    * ENCONTRO DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES DA ORDEM DE OURIQUE . Mosteiro de Santa Maria-Casa das Monjas Dominicanas-Lisboa/Portugal. Texto-resumo do Presidente Direcção da Ordem de Ourique para o Portal Galego da Língua.   O futuro após a Idade Média levou quatro séculos até se chegar ao limiar da Idade Atómica, graças a Filosófos-Cientistas como […]