Opiniom

  • El Sindicato del Espectáculo

    Ainda nunca descrevemos, e provavelmente não o façamos nunca, o processo surrealista e as cenas hilariantes que tivemos que padecer na Universidade de Santiago de Compostela por incorrer no grave pecado de ter redigido a nossa tese de doutoramento na versão mais internacional da nossa língua.

  • A morte extrema

    Invirto o título do livro do poeta Mário Herrero A vida extrema para refletir na natureza deste último momento do mundo. É verdade que não existe um desenho, nunca existiu, e portanto é possível que a humanidade estivesse a morrer já logo que começou.

  • Confluir é natural

    Chamou-me a atenção que um senhor do Porto para achegar-se a nós quisesse evitar, por exemplo, a palavra ‘percurso’. Aprendera que entre falantes galegos o habitual é dizer o castelhano ‘recorrido’, mália os esforços da filologia local que promove com insucesso a forma híbrida ‘percorrido’.

  • Partir de zero

    Regularmente são feitas campanhas para promover o uso social do galego. Não escasseiam, por sua parte, debates públicos sobre o seu estado de saúde social e por onde devemos transitar a médio prazo.

  • Catalunya, nó geoestratégico

    O anel de poder catalanista tem mostrado nestes últimos anos a sua grande determinação a prol da independência; com demonstrações de força muito visíveis, como a manifestação multitudinária da passada diada ou a recente aprovação da lei de consultas, no parlamento catalão, por uma maioria muito ampla de 106 votos à favor, por tão só […]

  • Concordâncias e discordâncias

    Publicava no fim agosto, o PGL umha pequena crónica de J. C. da Silva sobre os sotaques do Brasil, que acabou por provocar um inesperado turbilhom de intervençons sobre a unidade do português internacional e a pertinência da normativa AO90. A viveza da argumentaçom cruzada revela mais umha vez a existência de suscetibilidades enfrentadas em volta das identidades portuguesa e brasileira e de discrepâncias significativas quanto à pertinência do acordo ortográfico.

  • Bilhete Postal

    Coimbra, no Mondego. Escada de São Tiago, fora justo do perímetro da cidade alta. Mesas na rua. Hora dos petiscos, do café, do almoço, nunca sei. Momento de simples descansar dos centos de turistas, que coma nós, na procura da sombra que foge, recalam de quando em quanto para tomar alento e pousar os pés, castigados pelas belas encostas e as pedras irregulares dos becos, largos e ruas.

  • Outro divino sainete

    O final do passado curso letivo foi especialmente estranho no Conservatório Profissional de Compostela. Depois duma série de atentados contra a direção, contra membros do professorado e contra o próprio centro, encerrava-se o último trimestre com o espectáculo oferecido por um grupo extremista bilingue que deixou cair algumas das suas frechas sobre o sofrido lombo […]

  • 小即是美 (Xiǎo jí shì měi)

    Diz-que na muralha chinesa há um epígrafe rertranqueiro que reza: “O pequeno é formoso”.

  • Seis princípios básicos (e urgentes) para um discurso político nacional galego orientado às maiorias

    Seis princípios básicos (e urgentes) para um discurso político nacional galego orientado às maiorias.