Opiniom

  • best-sellers

    Não será também este ano, pois já vai quase inteiro andado, que aconteça esse Apocalipse do papel, anunciado há décadas pelos profetas do digital, nem virá tão pronto esse mundo futuro imediato, há quanto pregoado, do livro terminator eletrónico. Mas alguma cousa, alguma, calhou aí. Talvez fosse apenas o milenarismo (na sua versão 2.0, da […]

  • Passos para a Socialização Escolar do Galego Internacional

    Na ideia de abrir mais caminhos e seguir para a frente com a socialização de um galego sem limites no terreno educativo fazemos este pedido inicial: toda a gente que quixer colaborar disponibilizando material em galego internacional pode fazê-lo contatando com a AGAL. O multilinguismo está na moda, cousa boa, ou não? [email protected] [email protected], [email protected], […]

  • Serve-serve de língua brasileira

    No Brasil o povo gosta de jantar em restaurantes onde cada pessoa pega no seu prato e se serve à vontade para depois o pesar numha balança que fixa o preço da refeiçom. Este tipo de estabelecimento tam enxebre costuma ser, paradoxalmente, denominado com a voz inglesa self-service embora o substantivo serve-serve substituísse por algum […]

  • A Europa que não pode ser

     “Plus ça change, plus c’est la Mme chose – mais se muda, mais é a mesma coisa” (ditado popular francês) Quando as circunstâncias nos sobrepassam enfraquecemos, quando nos adequamos bem às circunstâncias fortalecemos. Tanto no nível coletivo como individual, experimentamos esta evolução, segundo os condicionantes do momento. Nos tornamos positivos com respeito a situações que […]

  • Proibição da leitura e traduções vernáculas da Bíblia (IV)

      A repressão da leitura da Bíblia durante a época do iluminismo No século XVII surge na Inglaterra um movimento intelectual progressista que teve o seu máximo apogeu na França do século XIX, que se vai converter no epicentro a partir do qual se vai irradiar por toda Europa. É um movimento que tem confiança […]

  • A realidade invisível

    Um posti (post-it) a dizer “Solo está permitida la ortografía oficial” preside desde há trinta anos o écrã dum computador num dos últimos gabinetes do mais remoto corredor das instalações administrativas da Xunta de Galicia. Os habitantes da caverna nunca se interrogaram se essa ordem corresponde a alguma lei ou se é capricho dalgum alto […]

  • Proibição da leitura e traduções vernáculas da Bíblia (III)

    Índices de livros proibidos Na época do Renascimento se produz, por uma parte, a renovação das ciências naturais e humanas, fruto, no caso destas últimas, do novo humanismo que vai substituir o teocentrismo medieval. Surge também o movimento de reforma da espiritualidade que vai afetar o cristianismo. A Igreja responde perante a nova situação com […]

  • A humanidade na era do poder em disputa

    Ocidente parece ter chegado ao cimo da sua expansão: no que respeita ao poder económico global, esse pico toca na grande crise sistémica de 2007/2008. No que respeita a expansão territorial essa imersão, se produz nas fronteiras de Ucrânia – com Crimeia e o Donbass; como ponto de máxima ascensão. Respeito a extensão, pelo uso […]

  • Proibição da leitura e traduções vernáculas da Bíblia (II)

    A proibição estende-se por Inglaterra e Alemanha No século XIV a Igreja passa por uma crise de corrupção generalizada, que se traduzia, a partir deste século, numa obscena simonia para fazer frente ao financiamento eclesial, entre outras cousas, para a construção da Basílica de São Pedro. No seu seio surge o movimento dos Reformados ou […]

  • Proibição da leitura e traduções vernáculas da Bíblia (I)

    Não saber mais do que convém Faz uns dias topei-me polas ruas da velha Compostela um ilustre teólogo que me perguntou que fazia. Respondi-lhe que terminara um novo livro também sobre o cristianismo. Perguntou-me o título e disse-lhe que não ia gostar; que se vai titular O cristianismo contra a razão. A sua reação foi […]