Opiniom

  • A Norma Internacional e a Norma Nacional

    Vou tentar não maçar demasiado o pessoal com este tema que já foi tratado por Eduardo Maragoto em um esclarecedor artigo no PGL. A minha intenção não é repetir os argumentos, com os que concordo, mas adicionar novas ideias que ajudem a ter uma visão mais ampla do fenómeno do binormativismo na Galiza. Na procura […]

  • Alguns homens duros…

    Antes de que no século XVIII a atual estrada da Corunha a Tui deslocasse a capital da paróquia para o Mesom do Vento, era o Caminho Inglês a principal artéria da freguesia de Sam Pedro de Ardemil, cujo nome vem de umha vila altomedieval propriedade de um senhor da terra de nome germánico Ardemirus, seguramente […]

  • É a Espanha -o estado espanhol-, um estado de direito? (II)

      Se o estado espanhol, tem constitucionalmente um modelo de estado de direito com um sistema de separação de poderes; a questão sera determinar, se isso é algo que informa todas as atuações ou é simples papel escrito para o inglês ver1. –Separação de poderes: O peculiar e esquisito sistema do estado espanhol de separação […]

  • As aldeias das leitoras (VI): O Casal

      Mapa do Casal de Ordes Fernando Carril, quem já tem visto londras na presa da estaçom da Pontraga e no regato de Leobalde quando vai pescar, e que nos descobreu o formoso microtopónimo da Fonte do Gato, no Valado de Ordes, pregunta polo significado do topónimo e apelido de Casal, igual que Daniel Gómez […]

  • É a Espanha -o estado espanhol-, um estado de direito? (I)

    Que é um estado de direito.- A maioria das pessoas pensa que “estado de direito” é um estado que tem leis e no que os juízes fazem os seus Acordos1 conforme com as leis, na sua aplicação diária. Porém, informo-o já, que isso assim não é um estado de direito, ainda que lho repetirem todos […]

  • As múltiplas ortografias de Marco Neves

      As ortografias servem para separar e também para se reconhecer, como hábito do idioma que é — indumentária e costume — custa desprender-se dela. As mudanças de hábito costumam anunciar-se com tormenta. O Acordo Ortográfico, por exemplo, acabou atrapalhando o português transatlántico e dividindo os seus utentes em agentes ativos e passivos, concordantes, discordantes […]

  • As aldeias das leitoras (V): Cernadas

    Conta María Martínez Candal que o seu pai é de Cernadas, em Buscás, topónimo este que muitos explicam pola teoria divulgada por Moralejo Lasso segundo a qual proviria do latim *cinerata, ‘terra queimada’, em referência às roças do monte para debroçar a terra e fertilizá-lo com as próprias cinsas antes de sementar nela. A minha […]

  • Os perpétuos sinais de agosto

    Será o ano de 2018 efeméride do CENTENÁRIO DO ARMISTÍCIO da I Guerra Mundial a ocorrer a 11 de Novembro, antanho Dia Celta do Deus Thor e do Vinho, hoje Dia de São Martinho de Tours (morto há 1621 anos), cuja CAPA PROTECTORA, durante séculos, era levada pelos Exércitos das Gálias, mas que servia, em […]

  • Cruz na ponte

    “Cruz na fonte, cruz no monte, cruz na ponte” Começo estas notas na estação de Porto-Campanhã, à espera dum trem para Lisboa que só apanharei daqui a uma hora. É final de julho e a sala de espera está cheia de gente. Gosto destes espaços de gente em trânsito que por um momento se encontra. […]

  • Meu amigo sino-galego

      Sempre que a vida mo permite gosto de passar os meses de verão na aprazível Maianca, no concelho de Oleiros. Maianca é freguesia de Mera, vila marinheira da antiga comarca das Marinhas. Tem Mera, perto da orla da praia, um bar de nome Naipai. Durante muitos anos Naipai era para mim um enigmático vocábulo […]