Opiniom

  • O Galeguismo e Vox

    “Não existe bom e mau, é o pensamento que os faz assim” (Hamlet – William Shakespeare) Desgraçadamente a humanidade ainda vive muito ancorada às dinâmicas de guerra – concorrência, por uma determinada hegemonia. Não é motivo deste artigo analisar esta senda de dor, percorrida desde a noite dos tempos, mas enquanto não tenhamos a capacidade […]

  • Eu fiz? eu fez*? ele estive*? ele esteve?

    Como hoje é o Dia das Bruxas e amanhã Todos os Santos, vamos com coisas que me fazem arrepiar: que o Ç apareça antes de um E ou um I. Nãaaaaoooo, horror! Sabem que Ç apenas pode ir com A, O ou U: caçar, poço, açúcar. erros na conjugação da P1 e P3 do Pretérito […]

  • De caçadores caçados e ursos regicidas

    Mapa de Bermui, em Bascói, Messia Apenas há rasto toponímico do urso na Terra de Ordes, nom sendo, quiçá, umha Pena da Usa –elevaçom de 482 m. entre a freguesia de Vila de Abade e o concelho do Val do Dubra[1]– e, de maneira indireta, no lugar de Bermui, em Bascói. E é que este […]

  • O apelido LOURO

    Voltamos à Fraga de Ardemil, cabo da extensa família dos sensacionais irmaos Louro Raposo, músicos e combatentes antifranquistas, para aprofundar no primeiro dos seus apelidos, mui frequente também na vizinha freguesia de Buscás e presente no sector do hotalaria na vila de Ordes. Se for um apelido de origem toponímica, em Ardemil tam-só aparece umha […]

  • Criando Pontes para uma Nova Era

    Duvida da luz dos astros, De que o sol tenha calor, Duvida até da verdade, Mas confia em meu amor (William Shakespeare) No domínio de Poder Sacerdotal, Sociedades Teocráticas, o ser humano foi servo, para construir o Templo. Servo, para servir aos senhores do Templo: os falsos Sacerdotes. No Período de dominação Senhorial, o ser […]

  • Falsificações não retificadas do Conselho da Cultura Galega

    Sendo o “Consello da Cultura Galega”[i] um organismo financiado com fundos públicos, a cidadania tem o direito a exigir responsabilidades pela sua gestão transparente. Acontece que a que hoje é presidenta do CCG, Rosario Álvarez, se tem permitido verter falsidades em intervenções públicas com parceiros da Lusofonia: no caso, o colóquio que se seguiu à […]

  • Cerveira em Vigo

    O romancista russo Ivan Turgueniev dizia que A arte de um povo é a sua alma viva, o seu pensamento, a sua língua no significado mais alto da palavra; quando atinge a sua expressão plena, torna-se património de toda a humanidade, quase mais do que a ciência, justamente porque a arte é a alma falante […]

  • De individualismo e sentido comunitário

    De individualismo A pobreza, o empobrecimento situam-se, em meu entender, entre os principais problemas sociais. A repressão e a violência andam-lhe mui perto. Compreendo e aceito no grupo de problemas o demográfico, em casos como o galego, porque implica desatenção, falta de cuidado, soledade e mais pobreza; despovoamento também, mas depende como e para quem; […]

  • Falso amigo: grifo

    A mitologia sempre me deu uma sensação ampla de liberdade. Depois da pizza com ananás, as melhores misturas (ou as maiores bizarrices) já foram feitas na época clássica: centauros, sereias, minotauros, sátiros…olhem o que lhes foi dar aos gregos e romanos! Não sei se em crianças partiram alguma vez uma boneca ou boneco e tentaram […]

  • A saudade do fundador

    Muitas quenlhas e quenlhos há na microtoponímia ordense, e mesmo umha que deu nome à contra-concelharia de cultura da Pontraga, a Asociación Cultural “Brisas do Quenllo”. Temos a Quenlha de Santaia de Gorgulhos, a Quenlha Grande em Lesta, a Quenlha da Ermida em Benza; um Quenlhas em Neám, dous o Quenlho, um em Visantonha e […]