Opiniom

  • Esplendores antigos

    Aldeia de Folgoso, em Pereira (Ordes) O pequeno lugar de Folgoso, na freguesia de Pereira, deu nome a toda umha extensa jurisdiçom durante o Antigo Regime, que abrangia as freguesias de Barbeiros, Beám, Cardama, Deixebre, Frades, Galegos, Gândara, Lesta, Marçoa, Messos, Moar, Montaos, Ordes, Oroso, Papucim, Parada, Pereira, Senra, Vila Maior e Vila Romariz, todas […]

  • Um eco do prestígio carolíngio

    Num documento do ano 1404, o abade do mosteiro de Soandres apresenta perante os alcaldes do couto umha carta-ordem de Fernám Gomes, “alcallde de noso señor el Rey en a súa corte e seu allcalde mayor en o regno de Galiza”, para que se cumpram as disposiçons reais referidas às herdades que lhe foram usurpadas […]

  • Depende

    Depende… é tópico, é. Mas é a mais frequente resposta galega ante uma pergunta direita. Para além da pouca cortesia, a exibição de orgulho, os gritos, a afirmação e negação escandalosas e ausência de diplomacia é também um dos principais motivos de confronto cultural dos galegos nos modos espanhóis. Para nós, galegos, há sempre formas, […]

  • Amores ei

      Para o exíguo grupo de vilegos que podia compor a começos do século XX umha sorte de burguesia ordense, Parada parece ser que serviu de zona de retiro estival. Juntam-se nesta paróquia três topónimos em que ressoam com força os tópicos amorosos da lírica medieval, conformando um peculiar locus amoenus: O Pinar da Torre, […]

  • Vai-che com farinha

    No outro dia fum um dos muitos galegos que acompanhou a estreia da série Fariña na televisom. Sinceramente, gostei, achei-a com ritmo e fijo que fosse tarde para a cama, o que cos meus horários de acordar cedo já é bem significativo. No dia seguinte, surpreendeu-me que muitas persoas, em conversas diferentes, tinham tamém visto […]

  • Stop despejos

      O castro de Pardinhas (Poulo) O castro de Pardinhas (Poulo) conserva umha magia especial. Rodeado por umha grande muralha de terra, onde se conserva a que foi a entrada original à povoaçom, está circundado por um rego que dá em um poço de um prado colindante. Todo isto no médio de um bosque de […]

  • Meu Amigo Pedro

    Somos como rios, tal qual afirmava Leão Tolstoi: como rios crescemos, como rios afluímos ao imenso mar, desde aquela nascente primordial ate o inevitável final ocenánico (no nosso caso um oceano além do nosso atual conhecimento). Como rios revigoramos a cada passo nosso fluir desde esse início virginal ate a eterna caminhada, dentro dos ciclos […]

  • O 155 e outros erros de cálculo do capitalismo

    O problema de pensar que tudo vale, quando (após considerar a utilidade da existência de um adversário) se toma a decisão que batê-lo ainda conviria mais aos próprios interesses é a complexa sequência de acontecimentos que se produzem e a incontrolada velocidade de ações e reações que dispara cada movimento de cada uma das peças […]

  • O galego perseguido e acurralado na Xunta de Galiza

    “Ojala vuelva Franco!! e Soy facha, facha, facha!! Observações das funcionárias de desportos da Xunta de Galiza em Lugo. Identificam o galego com ser do Bloque e o castelhano com ser Facha, facha, facha. Tudo muito ilustrativo. Funcionarias implicadas: Pilar Rocha Díaz Habilitada em Servizo de Deportes. Mercedes Moreno Varela Xefa de negociado Servizo de […]

  • Chamando às portas do Céu

    Bairro do Paraíso, em Ordes O Paraíso é o bairro que medrou nas últimas décadas por volta do Grupo Escolar, com o CEIP Castelao e o IES nº 1 de Ordes. Como o Pinheiro, é umha zona de mestizagem rururbana, umha aldeia engolida polo asfalto, onde os tractores convivem com os sinais de tráfico e […]