Análise

  • Falar mais de uma língua impulsiona o crescimento económico

    Segundo constataram diferentes pesquisas, o multilinguismo é bom para a economia. Os países que cultivam ativamente idiomas diferentes obtêm uma série de contrapartidas, desde exportações mais bem sucedidas até uma força de trabalho mais inovadora. “A língua é importante tanto no nível nacional quanto ao nível das pequenas empresas”, afirma Gabrielle Hogan-Brun , pesquisadora em […]

  • Paulo Fernández Mirás : “gostaria de falar de recuperaçom da língua, mas dependemos de que a gente acorde e veja para onde nos levam as políticas atuais”

    Valentim R. Fagim entrevista Paulo Fernández Mirás. Começou a falar em galego porque o cliente sempre tem a razom. Atualmente é um feliz estudante de Filologia galego-portuguesa na Corunha onde o seu TFG (trabalho fim de grau) está focado na poesia de Carvalho Calero, de quem é um admirador.

  • O segredo brasileiro da Marola

    No nordeste do Brasil, no estado de Pernambuco, há umha ilha chamada Itamaracá conhecida polas suas lindas praias e por abrigar o forte Orange, construído durante o domínio holandês da regiom. Apesar da colonizaçom portuguesa e holandesa, Itamaracá conserva o nome que os povos originários dêrom a este pedaço de mundo. Itamaracá é topónimo de […]

  • Caminho da luita

    Há aldeias chamadas Gosende nas freguesias de Castro, Ordes e Rodis, sem esquecer umha outra em Encrovas, engolida polo capitalismo extrativista. Ainda, contam-se muitos outros Gosendes –e variantes- por todo o território que abrangia o antigo Reino Suevo da Galiza; somentes no concelho português de Viana do Castelo, existem hoje os lugares de Gosende, Gosendes […]

  • De identidades sub-rogadas

    Divagávamos estoutro dia sobre ictiófilos — profetas de utopias — e peixes voadores, esses filhos do oceano prestes sempre a conjurar a ameaça extrema mediante um salto sem garantias ao impossível. Duas belas metáforas que devemos à leitura irónica de John Gray de um agudo pensamento de Alexander Herzen. Em retrospectiva, devemos reconhecer que o […]

  • VITTORINO DA FELTRE, CRIADOR DA ‘ESCOLA DA ALEGRIA’

    Dentro da série dedicada aos grandes vultos da humanidade, que iniciei com Sócrates, e que todos os escolares devem conhecer e admirar, escolhi para o presente depoimento um grande educador italiano, pertencente ao Renascimento, Vittorino da Feltre (1378 – 1446), também conhecido pelo apelido Rambaldoni. Com ele completo o número 33 da série. Foi um humanista, religioso […]

  • Exposiçom ‘Músicas galegas ilustradas’ na Gentalha do Pichel

    Dentro da vontade que a Gentalha do Pichel tem na visualizaçom do papel das mulheres nos diferentes ámbitos sociais e culturais de Galiza, a Comissom de Cultura organiza do 8 de fevereiro ao 9 de março esta exposiçom que naceu com o ánimo de recompilar a modo de serie e de investigar mais sobre músicas […]

  • Gerir o Colapso

    “ Não cobiceis a riqueza de ninguém (…) Aquele que vê todos os seres no Eu, e o Eu em todos os seres, não odeia ninguém (…) À escuridão estão destinados os que cultuam somente o corpo, e a uma escuridão ainda maior os que veneram apenas o espírito (…) Os que veneram tanto o […]

  • A Espanha, a Catalunha, a Europa; algumas reflexões

    Pensei que conseguiria ficar em silêncio perante os recentes acontecimentos em Espanha. Não porque não tivesse opinião sobre o problema da Catalunha, mas porque entendia que esse era um problema interno espanhol. Por ironia, tendo-me dedicado muito, desde há trinta anos, a estudar as questões relacionadas com o velho litígio de Olivença, ainda menos me […]

  • Das florestas, dos rios e das comunidades

      Nos últimos dias tenho-me ocupado com a leitura de «A Vida Secreta das Árvores», livro escrito por Peter Wohlleben, guarda-florestal alemão com vasta obra publicada sobre silvicultura e ecologia. Não que esteja a ponderar dedicar-me ao estudo das florestas – apesar de reconhecer que poderia ser feliz a fazê-lo –, mas sempre me interessei […]