Todos os artigos de Mário Herrero Valeiro

Mário J. Herrero Valeiro (Crunha, 1968) é Licenciado em Filologia Hispânica pola Universidade de Santiago de Compostela e Doutor em Filologia Hispânica pola Universidade da Crunha. É Tradutor Juramentado de Português e tradutor profissional. Como sociolinguista, publicou numerosos artigos e os livros Guerra de grafias, conflito de elites na Galiza contemporânea (Através Editora, 2011) e A normalização linguística, uma ilusão necessária. A substituição do galego e a normalização do espanhol na Galiza contemporânea (Através Editora, 2015). Como poeta, é autor dos livros No limiar do silêncio. Poemas da estrangeirice (VII Prémio de Poesia Espiral Maior, Espiral Maior 1999), Cartografia da Atrocidade (Edições Tema, 2001), A Vida Extrema (ArcosOnline, edição eletrónica, 2005. Palavra Comum, edição eletrónica, 2016), Outra Vida. 22 poemas, uma confissão e um esclarecimento (Através Editora, 2013), Da vida conclusa (II Prémio de Poesia O Figurante e Prémio de Poesia Glória de Sant’Anna 2015, O Figurante Edicións, 2014), e A Razão do Perverso (Ajuste de Contas) (X Prémio de Poesia Erótica Illas Sisargas, Caldeirón, 2016).
  • Nós, os inofensivos

    Breve texto lido na apresentação d’A Razão do Perverso. Para quem tiver qualquer interesse. Crunha, 21 de abril de 2017   Enquanto esperamos a que chegue o dia, não nos apercebemos de que todos os dias são o dia. E é nessa espera que perdemos tudo. Absolutamente tudo. Se há uma verdade no mundo é […]

  • Censuras, egos, poesia, óbitos

    Texto (não lido) de Mário Herrero com motivo do ato de entrega do X Prémio de Poesia Erótica Ilhas Sissargas.